OFERTA DE EMPREGO

Empresa de Aquicultura precisa de recrutar um Responsável de I&D de Cultivo, cinco Técnicos de Produção e um Encarregado de Manutenção.

  • As posições:

    Responsável de I&D de Cultivo: o profissional a contratar terá como principal responsabilidade executar o programa de melhoramento de bivalves, definir e desenvolver atividades de I&D para otimizar o processo de cultivo ao longo de todo o ciclo de vida, incluindo as fases de maternidade e pós-maternidade. Além disso, deverá manter um contacto estreito com aquicultores e outras entidades externas e pesquisar permanentemente o estado da arte na área do cultivo de bivalves. Deverá ser dinâmico, objetivo, ter capacidade de desenvolver conhecimento com base no seu trabalho prático, ser autónomo e ter interesse em experimentar novos métodos e abordagens. O candidato deverá ter o grau de mestre, idealmente doutoramento, na área de Biologia Marinha, Biologia ou áreas afins. É imprescindível possuir conhecimentos demonstráveis do cultivo de bivalves em maternidade (preferencialmente a nível industrial), experiência mínima de 2 anos em investigação nesta área, nível alto de inglês (português é uma mais valia, mas não é obrigatório), capacidade de comunicação e de pesquisa e elaboração de relatórios estruturados e de qualidade. Deverá ter disponibilidade para deslocações nacionais e internacionais.

    Técnico de Produção: os técnicos a contratar formarão parte da equipa de produção da maternidade. Participarão em todas as fases do processo produtivo, desde o acondicionamento de reprodutores, até a obtenção das desovas, o cultivo larvário e de semente. Participarão também na produção de fitoplâncton e na manutenção das instalações de tratamento de água. Ademais, os técnicos estarão envolvidos ativamente nas tarefas de investigação da empresa, pioneira na sua área, mas com uma componente muito forte de investigação para a otimização dos processos produtivos. É indispensável formação em aquacultura e/ou experiência demonstrável em aquacultura, preferencialmente de bivalves. Um bom nível de inglês será considerado uma mais valia.

    Encarregado de Manutenção: o profissional a admitir será o responsável pela manutenção do Centro Biomarinho. Terá como principais responsabilidades efetuar as diversas tarefas de manutenção preventiva e curativa de equipamentos e infraestruturas, bem como proceder ao diagnóstico, reparação e registo das intervenções realizadas no âmbito da sua atuação. É requerível formação em mecânica e eletricidade e experiência em funções similares, preferencialmente em instalações de aquacultura.

    Para todas as posições é imprescindível disponibilidade para trabalhar por turnos e fins de semana, carta de condução e bons conhecimentos de informática na ótica do utilizador.

    A localização:

    O local de trabalho será na Nazaré, Portugal.

    Mais informações em: Câmara Municipal da Nazaré

    A empresa:

    A Oceano Fresco é uma empresa portuguesa pioneira no campo da aquicultura de bivalves, cuja estratégia inovadora passa por uma abordagem integrada ao cultivo e à produção – “da maternidade ao consumidor” – sustentada numa aposta forte em Investigação e Desenvolvimento (I&D) nas áreas de cultivo, biotecnologia e digital.

    A Oceano Fresco reúne uma equipa de empreendedores, gestores, conselheiros, cientistas e técnicos de renome internacional, e ambiciona tornar‐se numa referência do mercado mundial de bivalves, que vale hoje mais de €20 mil milhões e apresenta uma tendência forte de crescimento. Pelo caminho a empresa irá contribuir para níveis mais elevados de proteção ambiental na produção de alimentos, uma vez que os bivalves são uma das fontes de proteína humana mais sustentáveis e nutritivas.

    A produção da Oceano Fresco concentra-se em espécies de amêijoas endógenas europeias (amêijoa boa e macha), cujo elevado valor de mercado contrasta com níveis de produção reduzidos, em particular na Europa devido à expansão de espécies invasoras asiáticas. O objetivo principal desta abordagem é reintroduzir no mercado as espécies de amêijoa europeia, substituindo a espécie invasora, através da produção em Portugal em larga escala e da exportação de grande parte dessa produção.

    A Oceano Fresco está hoje a construir um Centro Biomarinho na Nazaré, o qual albergará uma maternidade de bivalves – das mais modernas a nível mundial – bem como laboratórios e escritórios. Adicionalmente a empresa dispõe de uma concessão de 103 hectares para cultivo em mar aberto ao largo de Lagos / Alvor, onde será instalado um viveiro em 2020. Estas duas instalações permitirão à empresa cobrir o ciclo completo, com a semente de amêijoa boa e macha cultivada no Centro Biomarinho e posteriormente levada para o viveiro no Algarve onde será engordada até ao tamanho comercial. Esta abordagem integrada é um dos fatores decisivos de diferenciação da empresa em relação à concorrência internacional.

    Por que se deve candidatar:

    Oportunidade de integrar uma empresa pioneira, sólida e em crescimento

    Condições salariais atrativas

    Oportunidade de promoção interna e desenvolvimento profissional

    Se é uma pessoa proativa, dinâmica, capacidade para trabalhar em equipa, motivação para aprender novas metodologias e vontade de se juntar a uma empresa pioneira, envie-nos o seu CV até 25 de Outubro para Oceano Fresco indicando no assunto a posição a que se candidata.