MAR2020 Atribui Apoio de €1.1 milhões à Startup Oceano Fresco para Construção de Centro BioMarinho

Mira, 27 de Abril de 2018. A startup de aquicultura portuguesa Oceano Fresco acaba de divulgar a notícia da atribuição de um apoio de cerca de €1.1 milhões para a construção de um Centro BioMarinho na Nazaré. O centro, cuja construção deverá iniciar-se ainda este ano, inclui uma maternidade para bivalves que estará entre as mais avançadas da Europa ou do Mundo, bem como laboratórios que serão a base dos programas inovadores de melhoramento de amêijoa que a empresa espera levar a cabo nos próximos anos.

Bernardo Ferreira de Carvalho, fundador e CEO da empresa,referiu que "a maternidade é um ativo central para o cumprimento do objetivoestratégico de nos tornarmos o líder mundial em aquicultura de moluscos com base numa abordagem científica. A atribuição deste apoio é um passo decisivo para a realização desse objetivo".

O apoio, atribuído pelo Programa MAR2020 e condicionado ao preenchimento de determinados requisitos já previstos, vem juntar-se a outros apoios nacionais e internacionais conseguidos pela empresa, bem como a investimentos dos fundadores, que juntos já totalizavam cerca de €900.000 Euros.

Com base neste apoio e no investimento previsto de novos investidores, a Oceano Fresco irá expandir as suas operações a partir da sua sede e laboratórios em Mira (Aveiro), tirando partido das excelentes condições naturais e estruturais do local da Nazaré, o qual constitui aliás uma vantagem competitiva única para a empresa no seu setor.

Artigo Item

As amêijoas e outras espécies de bivalves são amplamente consideradas como uma alternativa sustentável, saudável e economicamente atraente a muitas das atuais fontes de alimentos terrestres ou produtos de aquicultura. Visto que até agora tem sido feito muito pouco investimento na compreensão e na domesticação de espécies bivalves, estas constituem também uma oportunidade potencialmente enorme para projetos empreendedores e inovadores. A Oceano Fresco é pioneira na exploração sistemática, responsável, sustentável, e cientificamente informada de espécies de bivalves.

O Programa MAR2020, que atribuiu o apoio, é um Programa Operacional financiado em conjunto pela União Europeia e pelo Governo de Portugal, desenhado para promover a competitividade e a inovação, para garantir a sustentabilidade económica, social e ambiental da indústria das pescas e da aquicultura, e contribuir para o desenvolvimento e empregabilidade nas regiões costeiras.

Sobre a Oceano Fresco

Com sede em Mira, no concelho de Coimbra, a Oceano Fresco usa métodos tradicionais e abordagens inovadoras de base científica para a produção e o melhoramento sistemático de espécies de bivalves de alto valor acrescentado, começando por uma espécie bem conhecida de amêijoa que a empresa espera reintroduzir no mercado internacional a um preço competitivo. A Oceano Fresco reúne uma equipa de empreendedores, gestores, conselheiros, cientistas e técnicos de renome internacional, e ambiciona tornar-se numa referência do mercado de €20 mil milhões dos bivalves e contribuindo para níveis mais elevados de sustentabilidade na produção de alimentos ao nível global.

Contacto para questões:bernardo.carvalho@oceano-fresco.pt

Website:www.oceano-fresco.pt